16 de jun de 2017

Capítulo 2 | Scream, Penguin!

Olá, pinguins!

O segundo capítulo de "Scream, penguin!" está começando agora! No último capítulo, Sandy foi assassinada, e Rico, Sponge, Blaztox, Bili e Lilluane, começaram uma investigação!


Iglu de Rico, Club Penguin, 00:30 AM.

Rico estava dormindo normalmente em sua cama, até que recebeu uma mensagem no seu celular de um desconhecido, que dizia: "Quem será o próximo?". Rico logo pensou que era o assassino, em seguida, enviou uma resposta: "Por que você está fazendo isso? O que quer comigo e com meus amigos?". O assassino respondeu: "Você descobrirá em breve...". Ele ficou assustado, e resolveu voltar a dormir.

Iglu de Rico, Club Penguin, 08:00 AM.

O despertador tocou, e Rico acordou. Já estava quase na hora de ir para a escola, então ele foi tomar o café da manhã.
- Bom dia, filho! - diz Sayuri, a mãe de Rico.
- Bom dia, mãe... - responde Rico.
- O que foi filho? Por que está triste? Ah, já sei, é a sua amiga... - diz Sayuri.
- Sim, mãe, estou muito triste com o que aconteceu... - responde Rico.
- Eu entendo. Acho melhor você ir pra escola, se não vai chegar atrasado! - avisa Sayuri.
- Sim, estou indo agora. - responde Rico, saindo pela porta.

Escola, Club Penguin, 08:20 AM.

Rico estava chegando na escola, e encontrou o Sponge.
- E aí, Sponge! - diz Rico.
- Oi, Rico! E aí, encontrou alguma coisa? - pergunta Sponge.
- Ah, sim... vou pegar o meu celular para te mostrar. - responde Rico. Ele pegou o celular, e mostrou para Sponge as mensagens que recebeu.
- Meu deus! Que sinistro! - diz Sponge.
- Recebi ontem, de madrugada. - responde Rico.
- Se quiser, posso levar o seu celular lá em casa para tentar rastrear de onde veio essas mensagens! - diz Sponge.
- Sim, sim, eu ia fazer isso hoje, mas, posso ir na sua casa depois da aula. - responde Rico.
- Fechado então! - exclama Sponge.
No corredor da escola, lá estava Bili, coversando com o Bryan...
- Oi, Bili! - diz Bryan.
- Ah, olá Bryan! - responde Bili.
- Então, eu estive pensando... será que você gostaria de sair comigo? Sei lá, a gente pode ir tomar um café, se você quiser... - diz Bryan.
- Mas, é claro que sim! - responde Bili, toda empolgada.
- Ok! Podemos ir amanhã, pode ser? - diz Bryan.
- Pode ser! - responde Bili.
- Belez... - dizia Bryan, até que foi interrompido pelo seu primo, o Técnico.
- Haha! O Bryan tá namorando! - grita Técnico, que todos do corredor ouviram.
- Técnico! Ah, Bili, não liga pra ele, o meu primo é muito chato... - diz Bryan, muito bravo. 
- Ei, não sou chato não! Me desculpe, era só pra ser uma brincadeira... - responde Técnico.
- É, mas não foi! - diz Bryan, muito mais bravo ainda. Quando os dois iam começar uma briga, Bili gritou: 
- Já chega! Parem de brigar! 
Os dois pararam, e foram para as suas salas de aula. Durante a aula, Blaztox, que estava sentado atrás de Mister, irmão de Lilluane, percebeu que ele estava fazendo alguns desenhos muito suspeitos: pinguins sendo mortos com facadas, pinguins mortos com balas na cabeça, entre outras coisas aterrorizantes. Blaztox ficou muito assustado, e decidiu colocar o Mister como o primeiro suspeito de quem pode ser o assassino. Quando acabou a aula, Blaztox avisou Lilluane para dar uma olhada no comportamento dele, e nas coisas dele e, se possível, contar até para o seu pai. 

Iglu de Sponge, Club Penguin, 01:00 PM.

- Então, já está quase pronto? - pergunta Rico.
- Só mais um pouquinho e... pronto! - diz Sponge.
- Ok, vamos ver o que deu no resultado... - diz Rico. Os dois não acreditaram no resultado... era a Sandy! 
- Ma-mas, isso não é possível! A Sandy morreu, como pode ser ela? - pergunta Rico, sem acreditar no resultado.
- Hmm... o assassino deve ter enviado pelo celular dela... será que quando encontraram o seu cadáver, o celular havia sumido? - diz Sponge, pensando.
- Talvez... espera, tive uma ideia! Vamos até o iglu dela e pegar as informações no seu computador! - propõe Rico.
- Boa ideia! Vamos até lá! - diz Sponge.
- Ok, vou chamar o Blaztox. - diz Rico.
- Ok. - responde Sponge. 

Iglu de Lilluane e Mister, Club Penguin, 02:30 PM.

Enquanto Mister não estava no iglu, Lilluane foi até o quarto do seu irmão para investigá-lo. Ela viu vários desenhos de pinguins mortos etc., e percebeu que Blaztox realmente estava certo. Embaixo da cama, havia uma caixa vermelha, e Lilluane pegou-a, abriu, e dentro havia um capuz preto, igual o do vídeo que o assassino enviou. Embaixo do capuz, encontrou a máscara, igual a do assassino também. Logo depois que viu, tirou algumas fotos, e guardou a caixa no lugar em que estava antes. Lilluane ficou em choque, e decidiu contar para os seus amigos. 

Iglu de Sandy, Club Penguin, 18:30 PM.

Já estava entardecendo, e os 3 pinguins, Rico, Sponge e Blaztox, entravam na casa de Sandy.
- Beleza, vamos entrar. - diz Sponge.
- Ah, mas, como? Não temos a chave... - exclama Blaztox.
- Dúvido que ela não escondia uma chave embaixo deste pequeno tapete... - diz Rico, verificando embaixo do tapete. Realmente, havia uma chave lá, Rico pegou, e abriu a porta, deixando Blaztox e Sponge de bicos abertos! Eles entraram dentro da casa de Sandy, foram no quarto dela, e encontraram o seu computador. 
- Vou ligar o computador, e baixar todos os arquivos dele para este pendrive, que eu estou segurando. - diz Sponge. 
- Ok, o que acha de darmos uma olhada ao redor, enquanto o Sponge transfere os arquivos, Blaztox? - sugere Rico.
- Pode ser, ma-mas, estou com um pouco de medo... - diz Blaztox.
- Relaxa, trouxe uma arma velha do meu pai, não tenho uma mira muito boa mas, estamos protegidos. - responde Rico.
- Ok, vamos lá... - diz Blaztox.
Os dois foram até a piscina, e viram algumas manchas de sangue do cadáver da Sandy, e não encontraram mais nada. Então, voltaram para o quarto dela, onde Sponge estava terminando de transferir os arquivos do computador de Sandy.
- E aí, terminou? - pergunta Blaztox.
- Sim, sim, já terminei. Só deixa eu tirar o pendrive daqui e... vamos embora. - diz Sponge. Quando os pinguins estavam entrando no carro, receberam uma mensagem de Lilluane, que mostrava as duas fotos, do capuz, e da máscara. 
- Opa! Sabia que ele era suspeito! - diz Blaztox.
- Espera, se ele tem a máscara e o capuz do assassino que estava no vídeo, então... ele é o assassino! - conclui Rico.
- Será?! E se o assassino colocou a máscara e o capuz lá, só pra incriminar ele?! - diz Sponge.
- É verdade... nossa, estou me sentindo em um livro do Sherlock Holmes! - exclama Rico.
- Eu ainda acho que é ele... -  diz Blaztox, desconfiado.
- Bom, acredito que vamos descobrir isso em breve. - responde Sponge. 

Iglu de Sponge, Club Penguin, 19:00 PM.

Os pinguins chegaram na casa de Sponge, eles foram direto até o quarto dele para ver o que tinha de importante nos arquivos da Sandy.
- Liguei o computador, agora vou colocar o pendrive aqui e... prontinho! - exclama Sponge.
- Veja, tem uma pasta ali! - observa Blaztox.
- Vou abrir... - diz Sponge, já clicando com o mouse em cima da pasta. Os pinguins acharam um vídeo da câmera do computador da Sandy, e dava pra ver o assassino colocando o corpo dela ao lado da piscina. 
- Tá, legal, mas... quem ligou a câmera?! - pergunta Blaztox.
- Não sei, mas, se foi o assassino que ligou a câmera, quer dizer que ele realmente queria que alguém visse o vídeo. - conclui Rico.
- Rico, você é um gênio! Se ele ligou a câmera, significa que tem alguma coisa escondida no vídeo! - diz Sponge.
- Obrigado, nasci assim... haha! - diz Rico, sarcasticamente. Sponge colocou o vídeo mais pra frente, e viu que ele deixou um pequeno pedaço de papel na cama da Sandy. 
- Como a gente não viu isso?! - grita Blaztox.
- Ahhh, não é possível que nós vamos ter que voltar lá! - diz Rico.
- Espera, e se nós mandarmos uma mensagem ao assassino? - sugere Sponge.
- Ficou louco?! Se perguntarmos a ele, podemos acabar mortos! - diz Blaztox, tentando convencer Sponge.
- Mas, é o único jeito... - responde Sponge.
- Sponge está certo, temos que fazer isso. - concorda Rico.
- Tá bom, podem fazer isso, mas, se alguma coisa der errado, não venham dizer que eu não avisei. - diz Blaztox. Rico pegou o seu celular, e enviou a mensagem: "Pode nos dizer o que estava escrito no bilhete?". Logo em seguida, o assassino respondeu: "Claro! No bilhete, estava escrito "Bili". Muahahahahaha!".
- Ah, não... - diz Rico.
- Eu avisei, eu avisei, ninguém me ouviu... - diz Blaztox.
- Agora, temos que fazer de tudo para proteger a Bili! - conclui Sponge.

Gostaram do segundo capítulo? Por que o assassino escreveu o nome da Bili no bilhete? Descubram no próximo episódio! Até mais e... Pinguinando!